Qual o melhor regime tributário para pet shop e clínica veterinária?

Qual o melhor regime tributário para pet shop e clínica veterinária?

Médico-veterinário e empreendedor: tudo o que você precisa saber sobre regime tributário para pet shop e clínica veterinária, veja o que é melhor para o seu negócio!

Uma das maiores dificuldades dos empreendedores é em relação à alta carga tributária. Por isso, saber qual é o melhor regime tributário para pet shop e clínica veterinária e entender um pouco mais sobre o assunto é fundamental para pagar o menor número de impostos possíveis, certo?

Neste post vamos explicar quais são os 4 tipos de regimes tributários para que você não tenha dúvidas ao escolher o melhor para o seu pet shop ou clínica. Vamos lá? Boa leitura!

Microempreendedor Individual (MEI)

Se você tem um faturamento de até R$ 81.000,00 por ano e não tem nenhum sócio, saiba que a sua clínica pode ser enquadrada como Microempreendedor Individual (MEI).

Como MEI, há a grande vantagem de que o Imposto Sobre Serviço (ISS) e o Imposto Sobre Operação Relativas à Circulação de Mercadorias (ICMS) e INSS são recolhidos por meio de uma única taxa mensal, bem acessível (em torno de R$ 50,00).

O empreendedor que opta pelo MEI paga somente a Previdência Social, ICM ou ISS (depende da modalidade) e fica isento de outros tributos, tais como: IR, PIS, COFINS, IPI e CSLL.

Nessa categoria, é possível ter um funcionário que receba o piso salarial da sua profissão ou até um salário mínimo.

Mensalmente, é preciso emitir o Documento de Arrecadação do Simples Nacional (DAS) e pagá-lo em qualquer rede bancária até o dia 20.

Anualmente, é preciso declarar o valor do faturamento do ano anterior por meio de uma Declaração Anual do Simples Nacional (DASN), que deve ser preenchida até o último dia de maio, no Portal do Empreendedor.

Simples Nacional

O regime tributário Simples Nacional foi criado em 1996, mas foi implementado somente em 2007. Ele tem como principal objetivo facilitar a arrecadação pelo Governo Federal das principais tributações de uma maneira muito mais fácil.

Sendo assim, o regime tributário para pet shop e clínica veterinária mais utilizado é o Simples Nacional, que inclui três esferas: federal, estadual e municipal. Ele é utilizado para quem tem uma receita bruta anual de até R$ 4,8 milhões, sendo ideal para micro (ME) e pequenas empresas (ou de pequeno porte — EPP).

Assim como o MEI, ele também permite o recolhimento dos seus impostos por meio de uma única guia. Já com relação às alíquotas, elas variam de acordo com a atividade e também aumentam de acordo com o faturamento.

Lucro Real

O Lucro Real é obrigatório para as clínicas veterinárias que ultrapassem a receita de R$ 48 milhões por ano. Contudo, diferentemente do MEI e do Simples Nacional, o Lucro Real exige um maior controle financeiro.

Esse regime tributário para pet shop e clínica veterinária é obrigatório para quem fatura mais de R$ 48 milhões por ano. Dessa maneira, é preciso calcular os impostos sobre os resultados, que incidem em IRPJ (Imposto de Renda de Pessoa Jurídica) e CSLL (Contribuição Social sobre o Lucro Líquido).

Lucro Presumido

O Lucro Presumido pode não ser a melhor opção para o seu pet shop. Isso porque você precisa pagar os tributos federais com a redução na base do lucro presumido em 8% e mais o ICMS estadual.

A sua fatura máxima deve ser de até R$ 78 milhões por ano e todos os impostos são calculados com base de cálculo para o lucro e ainda incide sobre ela todas as alíquotas. A base definida é fixa, seja qual for o seu faturamento. Porém, para quem tem clínica veterinária e pet shop, só é indicado para quem tem lucro maior do que 32% da receita. Veja quais são os impostos que incidem sobre ele:

  • COFINS (Contribuição para o Financiamento da Seguridade Social): 3%;
  • PIS: 0,65%;
  • ISS (Imposto sobre Serviço): de 2,5% a 5% — varia de cidade para cidade e também de acordo com o serviço prestado.

Vale ressaltar também que, nesse regime tributário, o PIS e COFINS são calculados de forma cumulativa, ou seja, a alíquota somada chega a 3,5% sobre o faturamento da clínica.

Não hesite em contratar uma empresa contábil para auxiliar a sua clínica veterinária e pet shop

Se você não é um expert no assunto, é fundamental contratar uma empresa contábil para ajudar a escolher o melhor regime tributário para pet shop e clínica veterinária.

Uma empresa especializada faz todo o planejamento, presta assessoria e ainda utiliza a tecnologia para simplificar todos os processos burocráticos e evitar erros com o cálculo dos impostos.

Dessa maneira, você tem um controle maior sobre todas as entradas e saídas do seu caixa, podendo ter um planejamento estratégico mais focado na lucratividade do seu negócio.

Além disso, esse processo deve ser feito de uma maneira criteriosa e com auxílio profissional. Afinal, qualquer erro pode acarretar um problema fiscal e prejudicar o rumo da sua empresa.

Um contador especializado pode ser o braço direito para o sucesso da sua clínica. Ele orienta quais são as vantagens para cada regime e ainda ajuda a organizar todas as informações para a prestação de contas ao fisco. Veja outras vantagens:

  • ter demonstrativos contábeis em dia facilita a obtenção de créditos e empréstimos;
  • possibilita maior controle financeiro;
  • reduz os custos tributários;
  • conta com um expert no assunto de finanças;
  • presta consultoria financeira;
  • mais segurança nas questões trabalhistas;
  • mais controle do fluxo de caixa;
  • evita furos na contabilidade da sua pet shop;
  • ajuda na precificação dos seus serviços e produtos;
  • diminui falhas nas descrições contábeis;
  • ajuda a aumentar a lucratividade da sua clínica veterinária e pet shop.

Saber escolher o melhor regime tributário para pet shop e clínica veterinária é fundamental tanto para pagar menos impostos e ter mais lucratividade, quanto para estar em dia com as suas obrigações legais. Para isso, é preciso conhecer um pouco mais sobre os 4 regimes tributários existentes no Brasil e contratar uma assessoria contábil para ajudar na prestação de contas.

E aí? Você gostou do nosso conteúdo? Agora que você aprendeu um pouco mais sobre regime tributário para pet shop e clínica veterinária, que tal ler um outro artigo nosso, “Planejamento financeiro para clínica veterinária: como fazer”? Até o próximo post!

Deixe uma resposta

Fechar Menu