Geração Y é a que mais investe em produtos para pets: Entenda o perfil

Geração Y é a que mais investe em produtos para pets: Entenda o perfil

mercado pet entrou em expansão mesmo com a crise que muitos outros segmentos enfrentaram. Isso aconteceu graças a mudança de comportamento dos tutores dos animais de estimação. A geração Y (nascidos entre início da década de 1980 até início da década de 2000) começaram a tratar os animais como verdadeiros membros de suas famílias e investindo em diversos produtos para pets.

Dessa maneira, os animais começaram a conviver dentro de casa. Para você ter uma ideia, nos Estados Unidos são mais de 75 milhões de pessoas com idades entre 18 e 34 anos que têm um gato ou cachorro — representando 3% a mais do que os boomers (nascidos entre 1946 e 1964).

Vamos aprender mais sobre a geração Y e conferir algumas oportunidades para aumentar a lucratividade do seu negócio? Venha conosco!

Entenda o perfil dos donos dos pets

A geração Y, ou os millennials, presenciaram uma das maiores revoluções mundiais: a internetDessa maneira, gostam muito de tecnologia, criatividade e inovação. Portanto, gastam mais com os pets porque entendem do assunto e querem mais qualidade de vida para os seus amigos de quatro patas.

Veja algumas características da geração Y:

  • não são facilmente influenciados por nenhuma propaganda;
  • pesquisam muito antes de comprar;
  • avaliam resenhas em blogs antes de investir;
  • valorizam a autenticidade;
  • são consumidores leais;
  • adoram novos produtos;
  • desenvolvem diversas tarefas ao mesmo tempo;
  • valorizam o feedback;
  • gostam de perguntar e entender sobre o que estão comprando;
  • valorizam o bem-estar e a qualidade de vida.

Veja como a geração Y trata os animais

Como vimos, a geração Y trata os seus animais como verdadeiros membros da sua família. Não costumam deixar os animais presos no quintal (o que era muito comum antigamente), portanto, eles vivem grande parte do tempo dentro de casa e livre de correntes.

maioria dos tutores possui cães (71%), seguido de gatos (21%). Outros pets também aparecem na lista: pássaros (4,4%) e peixes (2%). Mais um dado muito interessante é que as pessoas estão se preocupando, cada vez mais, em adotar animais ao invés de comprá-los.

Isso mostra que a geração millennial também se preocupa com a responsabilidade social e ambiental. Afinal, adotar um pet que não tem, até o momento, amor, carinho, condições básicas de higiene, diversão e cuidados, é uma atitude nobre, você concorda.

Veja quais são os principais investimentos

Os gastos da geração Y com os seus animais também estão cada vez mais alto. Eles prezam por uma alimentação de qualidade (afinal, os alimentos devem ser compatíveis com o seu estilo de vida). Alguns seguem uma linha mais sustentável e optam por rações naturais que sejam livres de corantes artificiais ou conservantes.

Os animais demandam mais cuidados estéticos: o banho e tosa estão sempre em dia. Por isso, os tutores costumam fazer pacotes em algum pet shop da sua confiança para manter o animal sempre limpo e cheiroso.

Aqui, vale ressaltar a importância da confiança: eles só deixam os animais em locais que há a certeza de que eles serão bem cuidados e acolhidos.

Outros gastos apontados pelas pesquisas é que a geração Y investe na saúde do seu animal (representando 25,4% dos gastos), seguido de banho e tosa (15,6%) e consultas no veterinário (14,5%). Outros serviços citados foram:

  • dentista;
  • hospedagem;
  • cirurgias;
  • cuidados estéticos.

Com relação aos valores, a geração Y costuma gastar até R$ 100,00 mensal com os seus animais, seguido de R$ 200,00 e por último os que gastam acima de R$ 200,00.

Entenda quais são as preferências dos millennials

Uma das principais preferências dos millennials é a busca por estabelecimentos pet friendly. Isso significa que eles não gostam de deixar o seu animal trancado dentro de casa enquanto saem para se divertir.

Por isso, um grande diferencial das lojas e estabelecimentos é aceitar e ter estrutura para os animais. Afinal, muitas pessoas decidem se vão (ou não) em um lugar baseado na resposta: aceitam animais?

Os locais mais procurados são hotéis e pousadas para as férias, afinal, passar uma semana longe do pet não é legal (lembrando que eles fazem parte da família). Restaurantes, shoppings, supermercados e lojas também estão pensando na política de deixar animais entrarem.

Para você ter uma ideia, o supermercado Unes, na Itália, criou um carrinho de compras especial para transportar pequenos animais durante as compras. Isso aconteceu porque o proprietário notou que muitos tutores amarravam os seus animais na porta do mercado enquanto faziam as compras.

Isso é uma ótima dica de uma pessoa que analisou o mercado, o seu público e investiu em uma inovação personalizada para satisfazer os seus clientes.

Saiba aproveitar as oportunidades

Como citamos no exemplo acima, é essencial conhecer o seu público para oferecer as melhores soluções. Dessa maneira, você aproveita as oportunidades e tem mais chances de ver a sua marca crescer nesse cenário.

Farmacêutica Zoetis fez um estudo e mostrou que apenas 8% dos veterinários brasileiros são dermatologistas e apenas 1% é oncologista. Por isso, saiba que a especialização é uma ótima alternativa para se destacar, considerando que ainda é um caminho pouco explorado pelos profissionais da área.

Isso é muito importante porque os donos de pets já chegam no consultório buscando por serviços especializados na doença do seu animal (lembre-se de que a geração Y é muito conectada e interessada em aprender). Portanto, mais do que justo, cobram conhecimento específico do veterinário que ficará responsável por cuidar da saúde do seu melhor amigo.

A geração Y está cada vez mais preocupada em investir na qualidade de vida e no bem-estar do seu animal. Afinal, os pets fazem parte da família e recebem cuidados especiais, movimentando economicamente este mercado. Por isso, entender o perfil desse consumidor é uma ótima alternativa para trazer inovação e lucratividade para seu negócio.

Neste post, você aprendeu um pouco mais sobre o comportamento da geração Y. Acompanhe o nosso blog nas redes sociais e fique por dentro de outras matérias interessantes como esta!

Deixe uma resposta

Fechar Menu