Novo modelo de hotel pet friendly abre espaço para negócios no mercado pet

Novo modelo de hotel pet friendly abre espaço para negócios no mercado pet

Local se diz 100% pet friendly e será inaugurado ainda esse mês.

Não há dúvidas que os pets estão cada vez mais presente no dia a dia e na rotina de seus tutores, seja em atividades diárias ou em planos mais elaborados como viagens e passeios. Essa inclusão dos animais de estimação no planejamento da família abre espaço para mais uma opção de negócio: os estabelecimentos pet friendly.

Já são vários os locais que aceitam e se preparam para receber os pets, mas ainda não existiam modelos 100% voltados e construídos para eles, porém, de acordo com o especialista em comportamento animal Cleber Santos, essa realidade vai mudar. Sua empresa, a Comport Pet, em parceria com o hotel Surya-Pan, vai lançar o primeiro hotel 100% pet friendly do Brasil.

O hotel, que fica no centro da cidade de Campos do Jordão, já está realizando algumas atividades no modelo dog day use para os pets e seus tutores. São trilhas de 7km para fazer com o cão, além de café da manhã, em que o dono paga R$200,00 e o animal R$50,00. Os eventos acontecem mensalmente e sempre são divulgados na página da empresa, chegando a receber, em média, 90 cães.

“A aceitação está sendo ótima, porque os tutores querem mais opções de atividades para fazer com seus pets, querem realmente ter um momento de conexão com eles, então ir para um local com esse objetivo é bem diferente das opções que existem”, explica Cleber Santos, idealizador do projeto.

Diferencial do hotel

Já o hotel, que irá se tornar 100% pet friendly, está finalizando as reformas para de fato iniciar as diárias pets, com previsão de início ainda esse ano, 2019. O diferencial dos outros hotéis é a hospedagem do pet sem o tutor; o estabelecimento irá disponibilizar de uma equipe que ficará responsável pelo animal, tanto no quarto, como nas outras áreas que estarão disponíveis, como playground, piscina e creche. A diária pode durar até 12 horas e os valores variam de R$100 a R$ 150/noite por pet. 

“Não temos nenhum modelo como esse no Brasil. A ideia é o tutor poder viajar, levar seu pet e hospedá-lo, sabendo que há uma equipe para cuidar dele, é realmente pensar nos animais e na rotina. E o bom é que o tutor estará por perto. O que temos, atualmente, são modelos simpatizantes e não pet friendly”, complementa Santos.

Quer saber mais sobre como empreender no mercado pet? Leia mais sobre o assunto nesse artigo.

A ideia do especialista agora é vender o modelo de negócio para outros estabelecimentos, já que está em processo de patentear a iniciativa. Ele diz que atualmente os locais recebem os pets, mas não tem a preocupação de oferecer atividades ou recreação, o que ajuda muito na ansiedade deles.

“Existem diversas modalidades que podem ser colocadas em prática, usando espaços ociosos já existentes e não utilizados, assim o investimento não é alto”, explica Santos. A expectativa de retorno após o investimento é de um ano.

Gostou do nosso artigo? Siga nossas redes sociais e fique por dentro de todas as oportunidades de negócio e tendências do mercado pet!

Deixe uma resposta

Fechar Menu