Saiba diferenciar a obesidade animal da endocrinopatia

Saiba diferenciar a obesidade animal da endocrinopatia

Especialista da ABEV comenta sobre a diferença entre obesidade animal e endocrinopatia, que devem ser vistas com cuidado nos pacientes.

Todo animal obeso pode ter obesidade primária ou secundária, como a endocrinopatia. Na maioria das vezes, a obesidade animal é primária, e acontece pelo aumento da ingestão calórica e a diminuição do gasto. Geralmente está associado ao hipertireoidismo e às alterações metabólicas que podem acontecer com a obesidade animal, como o aumento de triglicérides, colesterol e alteração de enzima hepática, que pode ser confundida com endocrinopatia.

Veja também: Alimentação afetiva pode ocasionar em obesidade animal.

“O maior desafio é conscientizar o tutor de que seu cão ou gato está obeso e que precisa de um tratamento, que é dieta adequada, pesar o que o animal tem que comer, tomar cuidado com os extras como petiscos, alimentos caseiros e praticar atividades físicas”, explica Viviani de Marco, sócia-proprietária da Naya Especialidades e presidente da Associação Brasileira de Endocrinologia Veterinária (ABEV).

É papel do médico-veterinário orientar os proprietários e tutores de cães e gatos durante as suas consultas, mesmo aquelas de rotina ou em uma vacina, já passar a orientação sobre qual o melhor alimento, a quantidade, para prevenir a obesidade animal. Confira qual o artigo sobre qual é a melhor dieta para o seu paciente.

Assista no vídeo acima o que a especialista fala sobre esses diagnósticos de obesidade animal e endocrinopatia.

Quer ficar por dentro das tendências veterinárias? Então assine nossa newsletter para receber mais conteúdos como esse!

Deixe uma resposta

Fechar Menu