Gestão de clínica veterinária: 5 áreas que você precisa ficar de olho

Gestão de clínica veterinária: 5 áreas que você precisa ficar de olho

De acordo com o Instituto Brasileiro de Pesquisa e Estatística (IBGE), o mercado veterinário movimenta mais de 20 bilhões por ano no Brasil. Por isso, se você trabalha nesse ramo, saiba que a sua gestão de clínica veterinária precisa ter boas estratégias para sobreviver e crescer nesse cenário tão competitivo.

Sabemos que são muitos os desafios que os veterinários encontram nas suas clínicas, tais como: falta de conhecimento em gestão, falta de planejamento estratégico e pouco tempo para cuidar do estabelecimento. Contudo, é fundamental ter atenção com algumas áreas para reter clientes e ter um bom retorno financeiro.

Você sabe quais são as 5 principais áreas do seu negócio que precisam (e muito!) da sua atenção? Continue a leitura e descubra dicas fundamentais para a gestão de clínica veterinária!

1. Departamento Financeiro

Você não precisa ser um expert em controle financeiro. Contudo, é fundamental entender um pouco sobre impostos, tributos, receitas, contas a pagar e a receber, captação e investimento de recursos, controle bancário, transferência eletrônica de dados e muito mais.

A área financeira mostra para a sua clínica se você está expandindo no mercado, qual é o momento certo para investir em um novo equipamento e quando é preciso criar promoções de vendas para enfrentar os períodos sazonais.

Por isso, manter um bom fluxo de caixa e ter uma visão ampla dessa área é fundamental. Assim, você evita erros de gestão que podem prejudicar a sua clínica, como contratar um novo funcionário no exato momento em que você precisa reter custos.

2. Recursos Humanos e Gestão de Pessoas

Ao realizar a gestão de clínica veterinária, saiba que conquistar os melhores profissionais para trabalhar na sua equipe é uma tarefa que precisa ser realizada diariamente. Logo, mesmo que você já tenha encontrado os talentos ideais para o seu negócio, sempre invista na capacitação profissional da sua equipe e mostre o quanto eles são importantes e essenciais para que a sua clínica prospere.

Dessa maneira, mesmo que a sua clínica seja pequena, tenha um bom plano de carreira, uma boa gestão de benefícios e envolva a equipe nas tomadas de decisão que afetam a sua área de trabalho.

Busque promover confraternizações em datas importantes, como aniversários ou quando vocês atingirem a meta do mês. Esses momentos em que os colaboradores saem da rotina são muito importantes para fortalecer os laços de confiança e credibilidade com a sua marca.

Além disso, lembre-se de que a manutenção de um clima organizacional agradável afeta diretamente na decisão de o cliente retornar (ou não) ao seu estabelecimento.

3. Marketing e Vendas

Todos os empreendedores (de todos os segmentos e portes de empresa) precisam estar com um excelente planejamento de marketing e vendas em dia. Isso porque você precisa manter ótimos relacionamentos com os seus clientes para que eles retornem.

Sabemos que conquistar novos clientes não é uma tarefa simples. Porém, com um bom planejamento de marketing é possível captar novos visitantes para o seu site, convertê-los em leads e transformá-los em clientes.

Depois disso, é hora de criar estratégias de fidelização para que eles se tornem fiéis à sua clínica. Quando você faz isso, consequentemente, aumenta os indicadores comerciais da sua empresa.

Em função disso, o marketing e as vendas precisam ser ótimos aliados para sempre fisgar novos prospects com alta pretensão de compra. Para ajudar a vender mais, abuse de estratégias em mídias sociais, newsletter e mídia paga. Vale também investir no mundo off-line, com outdoors, cartazes, banners, flyers e publicações nos jornais e revistas da sua cidade.

4. Estoque

O estoque é uma das áreas da gestão de clínica veterinária mais importantes: engana-se quem pensa que o estoque se resume em apenas ter os remédios e produtos ideais à disposição do público.

É preciso fazer a triagem dos lotes, emitir relatórios sobre o que se tem (e também com o que precisa ser comprado), conferir as mercadorias quando receber uma nota fiscal de um fornecedor, controlar os laudos de entrada e saída e realizar a triagem de mercadorias danificadas.

Além disso, quando há um produto que está perto do seu prazo de vencimento, é fundamental investir em promoções para liquidá-lo, ou conversar com o fornecedor para tentar trocar a mercadoria.

Para auxiliar nesse processo, é fundamental ter um bom software de gestão para clínicas veterinárias. Com ele, você cadastra todos os produtos. Um software de gestão também sinaliza quando há um produto que está próximo do vencimento, avisa quando há falta de alguma mercadoria e centraliza todos os dados e informações importantes para o bom rendimento do seu negócio.

5. Gestão de Processos

A área de gestão de processos é responsável por integrar todas as atividades da clínica (financeiro, recursos humanos, marketing e vendas, logística e estoque) com o objetivo de tornar essas etapas mais eficientes.

Em termos gerais, ela funciona como uma ponte entre a gestão estratégica da empresa com as áreas individuais. Para isso, a área de gestão de processos utiliza softwares para ajudar a otimizar o processo e ter uma visão mais ampla e detalhada do negócio.

A gestão de processos coleta informações importantes sobre cada segmento e propõe soluções de melhoria, informando sobre o que precisa ser implementado para ter mais sucesso em determinada situação. Confira como a gestão de processos funciona:

  • mapeador de processos: desenha todas as etapas dos processos e como eles funcionam;
  • arquiteto de processos: monta um planejamento de melhoria para eliminar desperdícios e evitar retrabalhos;
  • gestor de processos: implementa os novos processos, gerencia e controla o que foi determinado.

Fazer a gestão de clínica veterinária exige o conhecimento em diferentes áreas. Você não precisa ser especialista em cada uma delas, contudo, ter uma visão mais ampla do que cada uma delas pode proporcionar facilita na hora de tomar decisões estratégicas. Além disso, você pode contar com consultorias e agências especializadas que ajudam a melhorar os processos e fazer o seu negócio crescer.

Com este post, você aprendeu quais são as 5 áreas da gestão de clínica veterinária que você precisa ficar de olho. Gostou da nossa matéria? Então, aproveite para curtir a nossa página no Facebook e acompanhar as nossas publicações!

Deixe uma resposta

Fechar Menu