Groomer: Quais são os tipos de pelagem de cães e como tratar cada um

Groomer: Quais são os tipos de pelagem de cães e como tratar cada um

As pessoas estão, cada vez mais, preocupadas com o bem-estar e qualidade de vida dos seus bichos de estimação. Por isso, uma ótima oportunidade para aumentar o ticket médio dos clientes do seu pet shop é investir em um groomer profissional para o tratamento das diferentes pelagens de cães.

Afinal, cada raça merece cuidados específicos para que a pele seja bem tratada e problemas de saúde sejam evitados. Para isso, é preciso ter conhecimento na causa, ter um profissional tosador ou groomer especializado e investir nos produtos mais adequados — além de trabalhar muito bem a divulgação desse serviço para que os donos dos pets compreendam a importância dessa temática.

Venha conosco e entenda quais são os tipos de pelagem para cães e também como devem ser os cuidados e os tratamentos — que você pode tanto oferecer na sua clínica quanto divulgar para os seus clientes cuidarem também do animal em casa. Mas não esqueça: é muito importante que você tenha um profissional groomer ou tosador especializado.

Vamos lá?

Pelagem longa

Os cachorros que perdem pelos ao longo do ano de forma contínua, no entanto, em algumas épocas, a situação fica mais intensa, são os que têm pelagem longa. O Yorkshire Terrier é um bom exemplo desse tipo de pelagem de cães.

Como cuidar: é preciso conscientizar os donos de que é necessário realizar uma escovação diária para evitar nós e que os pelos embaracem. Caso aconteça o emaranhado de pelos é preciso cortá-lo. Também recomende o banho uma vez ao mês com shampoo que tenha um bom amaciador específico para esse tipo de pelagem.

Pelagem curta

Cachorros com pelagem curta são aqueles que apresentam os pelos bem rentes ao corpo (com 1 a 4 centímetros). Portanto, esse tipo de raça não suporta temperaturas muito baixas e costuma mudar de pelos na primavera e outono. Raças como Doberman, Pit Bull e Boxer fazem parte dessa categoria.

Como cuidar: os pelos são mais finos e sensíveis, por isso, os donos precisam saber que eles devem ser escovados com muito cuidado pelo menos uma vez na semana (somente com escovas emborrachadas). O banho e a tosa podem ser realizados uma vez ao mês.

Pelo curto encaracolado ou frisado

Esse tipo de pelagem dá um pouco mais de trabalho, necessitando de tosa o ano inteiro. Além disso, o banho precisa ser frequente (pelo menos a cada vinte dias) porque eles costumam se sujar mais. Raças como o Caniche (cão de água) e Kerry Blue Terrier fazem parte desse tipo de pelagem.

Como cuidar desse tipo de pelagem de cães: não é recomendado utilizar shampoos ou condicionadores que dão volume e a secagem deve ser realizada com muito cuidado. Recomenda-se a utilização de produtos hidratantes e a escovação precisa ser diária para evitar o surgimento de nós.

Pelo ondulado e longo

Cachorros com o pelo ondulado e longo têm a pele mais grossa e costumam ser de médio ou grande porte. Eles aguentam o frio moderado e também são ótimos nadadores. Exemplos desse tipo de pelagem são o Setter Gordon e o Golden Retriever.

Como cuidar: os cuidados são mais simples: banho uma vez ao mês com produtos específicos e escovação regular para manter os pelos limpos e evitar os nós.

Pelagem dupla

Esse tipo de pelagem de cães é aquele que tem pelagem dupla (sendo longos ou curtos) têm uma espessura mais áspera ou levemente lisa. Tendo um pelo denso por baixo de um longo, são cães originários de regiões mais frias e aguentam temperaturas muito baixas, como o Border Collie, São Bernardo, Pastor Branco Alemão e Sheepdog.

Como cuidar: O shampoo precisa ser específico, afinal, os pelos estão sempre armados e são densos — assim, não é recomendado a utilização de condicionador. Com relação à frequência da tosa, isso depende do ambiente em que o animal vive.

Pelagem de textura dura

São cachorros que tem o pelo duro com até 10 centímetros de comprimento, como o Schnauzer e o West Highland Terrier. Os donos precisam entender que é preciso investir em uma escovação diária porque quando o fio novo está nascendo, o anterior fica preso e acaba secando. Para você ter uma ideia, algumas raças de pelagem dura chegam a ter até duas camadas de pelo (uma dura e outra mais brilhante e suave).

Como cuidar desse tipo de pelagem de cães: os banhos precisam ser realizados a cada três semanas com shampoos específicos (sem óleos) para manter a naturalidade dos pelos.

Pelagem com textura lisa

Os cães com pelagem de textura lisa são muito fáceis de manter e cuidar, precisando de banhos a cada um mês e meio apenas. Afinal, o banho em excesso pode danificar as estruturas que protegem a pelagem natural.

Como cuidar: a escovação deve ser realizada duas vezes por semana com uma escova macia. Não precisa tosar o animal, uma vez que os pelos crescem pouco. Na primavera e outono os cães costumam perder um pouco mais de pelo, por isso, é preciso de uma escovação com mais frequência.

Pelagens peculiares

Há ainda algumas raças que apresentam pelagens diferentes, como é o caso do Old English Sheepdog: ele tem os pelos felpudos, armados, sem ondulações e com textura áspera. Outro exemplo é a raça Komondor que apresenta um pelo denso e macio na primeira camada e pelos encaracolados e longos na segunda.

Como cuidar: cada tipo de animal precisa de cuidados e shampoos específicos, por isso, é preciso avaliar a pelagem do animal e o ambiente em que ele vive para indicar os melhores produtos.

Bônus: informe os donos dos pets sobre a pelagem do animal

Muitos donos de cães não têm conhecimento sobre a pelagem de cães, tampouco, que cada raça tem cuidados específicos. Por isso, uma ótima alternativa é investir em materiais de divulgação, informando a importância do cuidado adequado.

Além disso, se você tem um pet shop é importante instruir os vendedores para quando um cliente chega para comprar um shampoo, seja questionado sobre o tipo de pelagem e indicado o produto ideal — aqui, é uma ótima oportunidade para mostrar o serviço de banho e tosa.

Invista também em materiais como: e-mails, redes sociais e flyers informativos para manter os seus clientes cientes sobre a importância desse assunto. Assim, além de garantir a autoridade no assunto, mostra que o pet shop é de confiança e que cuida de cada tipo de animal com excelência e tratamentos específicos!

Agora que você aprendeu tudo sobre a pelagem de cães, que tal conferir a nossa outra matéria sobre como lidar com cães agressivos? Boa leitura!

Deixe uma resposta

Fechar Menu